Via Portugal > Açores e Madeira

 

Açores

No meio do imenso azul do oceano Atlântico, a mãe natureza criou uma área de encanto inédito, pronta a ser descoberta: o arquipélago dos Açores.

Ao caminhar ao longo de impressionantes vulcões na ilha de São Miguel, a maior ilha, é possível vislumbrar as suas lagoas-crateras, a lagoa das Sete Cidades e a lagoa do Fogo. O poder da terra é sentido nos géiseres, nas fontes termais, nos lagos vulcânicos e no saboroso prato «cozido das furnas», lentamente preparado a partir de um buraco no chão aquecido pelo solo vulcânico. Este arquipélago português no oceano Atlântico tem muitos locais históricos e é caracterizado por uma natureza deslumbrante.

Descubra a rica cultura dos Açores na capital, Ponta Delgada. Do porto, pode fazer uma viagem de barco no oceano e observar as inúmeras espécies de baleias que, especialmente nos meses de verão, passeiam pela costa.

Já em Santa Maria, uma das ilhas do leste, com praias brancas e águas mornas, os vinhedos formam um anfiteatro com enormes socalcos.
As ilhas do arquipélago central, Terceira, São Jorge, Pico, Faial e Graciosa, encontram-se harmoniosamente no mar azul, onde os golfinhos saltam para receber os visitantes.

O Faial caracteriza-se pelo azul fresco das hortênsias, pela marina de cores vivas com murais de marinheiros de todo o mundo e pelo extinto vulcão dos Capelinhos, que lembra uma paisagem lunar. Em frente está o Pico, a montanha que se ergue do mar, com as suas vinhas plantadas em campos de lava negra, uma paisagem única que também faz parte da lista do Património Mundial da unesco. Em São Jorge, toda a atenção vai para as Fajãs e para o queijo, de sabor único. A graciosa Graciosa é uma ilha verde, coberta de vinhas que contrastam com os estranhos moinhos de vento.

Nas Flores, uma das ilhas do grupo ocidental, é impressionante a beleza das cascatas naturais e dos lagos vulcânicos. O Corvo, a ilha em miniatura, tem no meio uma bela e grande cratera vulcânica que atrai diferentes espécies de aves da Europa e da América, além dos habituais habitantes marítimos: golfinhos e baleias.

 

Madeira

As ilhas da Madeira e do Porto Santo, no meio do Atlântico, apresentam temperaturas agradáveis ​​durante todo o ano. Graças a este clima subtropical a vegetação dominante e constituída por uma flora abundante, jardins botânicos, flores coloridas e os precipícios com os canais de irrigação históricos formam trilhos pedestres maravilhosos.

Entre o azul do mar e o verde-esmeralda da vegetação, destacam-se as coloridas flores exóticas. Dois terços do território do arquipélago correspondem a área protegida, incluindo a maior floresta de loureiros do mundo: a laurissilva.

É possível caminhar pelas levadas, visitar a cidade do Funchal e descobrir o património desde o tempo das viagens das descoberta ou explorar livremente a ilha, com destaque para as orquídeas do Jardim Botânico da Madeira. Um passeio de barco também é uma excelente oportunidade para descobrir a região costeira sob uma perspetiva diferente.